Mobilize-se


É normal sentir medo quando o câncer é descoberto, mas enfrentá-lo ativamente é um importante ato de coragem. Assuma o controle. Informe-se, exija o melhor para você, participe das decisões, lute por seus direitos. A coragem é maior que o desafio.

Mobilize-se! Participe da ação da FEMAMA por mais direitos para pacientes com câncer de mama.

mobilize-se
O que você pode fazer?

O que você pode fazer?

Entenda o seu câncer

Busque informações qualificadas para compreender termos e situações e se sentir mais segura. Além disso, cada paciente que luta contra o câncer enfrenta desafios diferentes, tire todas as dúvidas sobre o seu caso com o médico e participe das decisões do tratamento.

Veja alguns questionamentos importantes:

Meu câncer de mama é de que tipo?

Existem diferentes tipos de câncer de mama. Algumas características são o grau tumoral, que informa se o tumor tem chance de crescer de forma rápida ou lenta, e o estadiamento, que aponta em qual estágio, de 0 a 4, o câncer se encontra, levando em consideração o tamanho do tumor e quais estruturas e órgãos ele atingiu. O estágio 4, por exemplo, indica que há metástase, ou seja, a presença de tumor em outra parte do corpo além da mama. Também é possível determinar se há a presença dos chamados receptores hormonais, ou seja, se o tumor cresce na dependência de estrogênio e às vezes também de progesterona, e se há receptores para a proteína Her2, produzida pelo gene de mesmo nome, indicador de agressividade do tumor. Os médicos usam as características do tumor para planejar o seu tratamento. É importante que você saiba o seu tipo de câncer de mama para que possa compreender e participar das decisões sobre o seu tratamento.

Meu câncer é hereditário?

A grande maioria dos casos de câncer de mama ocorrem por alterações genéticas adquiridas ao longo da vida, e não herdadas, mas saber se o seu câncer é hereditário ajuda a prevenir o surgimento da doença em parentes próximos, que podem tomar medidas para redução de risco, mediante identificação de uma mutação hereditária. É necessário verificar com o seu médico se o teste genético é indicado para o seu caso, o que pode ocorrer se algumas dessas características estiverem presentes:

– Diagnóstico do câncer de mama em idade precoce (antes dos 50 anos);

– Surgimento de mais de uma neoplasia na mesma pessoa, por exemplo, quando o câncer acomete as duas mamas, ou mama e ovário, independente da idade;

– Outros membros da família apresentando neoplasia;

– Múltiplas gerações com diagnóstico de câncer.

Os testes genéticos são cobertos por planos de saúde e a FEMAMA luta para que estejam disponíveis também no SUS. Pacientes usuários da rede pública de saúde podem realizar consulta com geneticista, mas o teste genético ainda não é oferecido gratuitamente.

Qual o meu esquema de tratamento?

O esquema de tratamento é definido a partir das características da paciente e do seu tipo de câncer de mama. O médico traçará um plano a ser seguido com o objetivo de chegar ao melhor resultado para o seu caso. O seu esquema de tratamento pode ser muito diferente do esquema montado para outro paciente de câncer de mama. Você pode iniciar o tratamento por uma cirurgia, enquanto outra paciente inicia pela quimioterapia, por exemplo. O importante é que você conheça o seu esquema e esteja confortável com ele. Converse com o seu médico, entenda as principais etapas, os desafios previstos e exponha seus pensamentos sobre o processo.

Eu tenho outras opções de tratamento?

Questione o seu médico sobre a existência de alternativas de tratamento, especialmente em sistemas diferentes do que você é atendida. Se você é paciente da rede pública, questione se existiriam alternativas disponíveis apenas na rede privada que poderiam ser adequadas ao seu caso. Pacientes que enfrentam a fase mais avançada da doença podem encontrar as maiores diferenças na oferta em ambos os sistemas de saúde. A FEMAMA luta para ampliar o acesso a medicamentos em ambos os sistemas e entende que todos os pacientes devem ter acesso às melhores opções de tratamento para garantir o controle efetivo do câncer de mama e a manutenção da vida das pacientes.

Por que o meu tratamento ainda não começou?

A demora no início do tratamento é angustiante para pacientes de câncer, afinal quanto mais cedo a doença é tratada, mais eficaz será seu controle e maiores as chances de cura. Para proteger o paciente de grandes esperas, está em vigor a Lei dos 60 Dias, que determina que o primeiro tratamento (cirurgia, quimioterapia ou radioterapia) deve iniciar em no máximo 60 dias no SUS, a contar da data do exame anatomopatológico que confirmou a presença do câncer. Se o seu tratamento não iniciou no prazo, busque ajuda junto à ONGs, à Secretaria de Saúde do seu município ou a outros órgãos competentes. Paciente com suspeita de câncer à palpação ou à mamografia também precisa de agilidade no diagnóstico, para que a doença, caso confirmada, possa ser tratada o mais rápido possível. Há anos, tramita no Congresso um projeto de lei apoiado pela FEMAMA que visa definir o prazo máximo de 30 dias para a conclusão da etapa diagnóstica, desde a suspeita até a confirmação do câncer em biópsia. Conheça os seus direitos e lute com a FEMAMA por diagnóstico e tratamento do câncer mais ágeis e adequados.

Conheça seus direitos

Existem leis para proporcionar padrões mínimos de assistência à saúde aos pacientes, como o início do tratamento em até 60 dias, a reconstrução mamária imediata após a mastectomia e o atendimento multiprofissional no SUS, além de benefícios referentes à aposentadoria, impostos, entre outros. Conheça todos eles na cartilha preparada pela AMUCC – Associação Brasileira de Portadores de Câncer, associada da FEMAMA em Florianópolis (SC).

O que os outros podem fazer por você?

O que os outros podem fazer por você?

Encontre apoio em pessoas especiais

Familiares, amigos, colegas e pessoas especiais estão próximos de você e podem oferecer apoio, ajudando a compreender esse momento, dividindo tarefas e fortalecendo sua coragem.

Encontre apoio em associações de pacientes

ONGs podem oferecer serviços gratuitos como troca de experiências, auxílio no acesso a exames e tratamentos, empréstimo de próteses e perucas, apoio em psicologia, nutrição, fisioterapia, advocacia, entre outros. Procure a ONG associada à FEMAMA mais próxima.

O que você pode fazer pelos outros?

O que você pode fazer pelos outros?

Mobilize-se

Envolva-se na luta por melhores condições de diagnóstico e tratamento do câncer para beneficiar milhares de pessoas. Participe da ação da FEMAMA pela aprovação de projetos de lei que significarão novos direitos.

Compartilhe sua experiência

Você pode encorajar mulheres que enfrentam o câncer com o seu depoimento ou pode juntar-se como voluntária a uma associação de pacientes. Depoimentos para o site Batalhadoras podem ser enviados para contato@femama.org.br.

Conheça a história de algumas voluntárias do IMAMA – Instituto da Mama do Rio Grande do Sul, associada da FEMAMA em Porto Alegre (RS).

Quiz

Vamos testar o seu nível de atitude e coragem na luta contra o câncer de mama?

fazer o teste

Mobilize-se

Vários projetos de lei aguardam aprovação para que passem a se tornar direitos efetivos para os pacientes que enfrentam o câncer, melhorando o acesso a diagnóstico e tratamento.

No caso do câncer de mama, a detecção precoce permite até 95% de cura, mas dados do Tribunal de Contas da União (2010) mostram que mais da metade dos casos são diagnosticados em nosso país tardiamente, nos estágios mais avançados, exigindo tratamentos mais caros e agressivos com menos possibilidade de superação da doença. Além da demora no diagnóstico, a demora no acesso ao tratamento e a falta de opções terapêuticas adequadas são outros problemas sérios para pacientes oncológicos, bem como a falta de dados que garantam uma gestão pública de recursos para o combate ao câncer mais eficiente.

Por isso, vamos juntos mandar milhares de mensagens para o Presidente da Câmara de Deputados pedindo que esses direitos nos sejam garantidos com urgência. Envie sua mensagem agora!

Atitude exige coragem #PACIENTESNOCONTROLE

Preencha o formulário para enviar seu pedido ao deputado Rodrigo Maia.







1769
e-mails já foram enviados.

Compartilhe essa ação para mais pessoas participarem!

Caminhada das Vitoriosas

A Caminhada das Vitoriosas é uma importante mobilização promovida pelas ONGs associadas à FEMAMA. Amigos, parentes, familiares e comunidade em geral  levam às ruas a conscientização e as reivindicações para o combate ao câncer de mama.

CONFIRA OS DETALHES DA CAMINHADA DAS VITORIOSAS EM TODO PAÍS:

carregando ...

Multiplique

Você pode encorajar mais pessoas a enfrentar ativamente o diagnóstico e o tratamento do câncer. Pacientes, familiares, instituições, imprensa, todos estão convidados a participar!
Compartilhe os conteúdos da campanha nas mídias sociais, imprima os materiais da campanha em sua cidade, procure a FEMAMA para realizar entrevistas e matérias sobre o assunto. Não esqueça de creditar a FEMAMA como idealizadora da campanha.

Espalhe

Use suas redes sociais para ampliar o alcance da campanha #PacientesNoControle: Atitude Exige Coragem.

Materiais
para download

Entrevistas
e Informações

Assessoria de imprensa:
Fone: (11) 3875 6296
RS Press | Matheus Steinmeier
matheussteinmeier@rspress.com.br

Outubro Rosa

Outubro Rosa

A FEMAMA foi a primeira instituição a trazer o Outubro Rosa de forma organizada para o Brasil, em 2008, com ações em diversas cidades do país, em parceria com ONGs associadas.

Em 2017, o tema da campanha nacional é Pacientes no Controle – Atitude exige Coragem. Com isso, a instituição quer empoderar pacientes oncológicos, especialmente aqueles que enfrentam o câncer de mama, em evidência no mês de outubro. Cerca de 960 mil novos casos de câncer serão diagnosticados no Brasil em 2017, de acordo com o INCA. Destes, aproximadamente 60 mil apenas de câncer de mama. Hoje, milhares de pacientes e suas famílias, amigos e colegas convivem com a doença.

Esse trabalho é uma evolução da campanha #PacientesNoControle, realizada em abril para mobilizar a participação da população em consultas públicas pela inclusão de tratamentos para câncer de mama metastático no SUS.

A FEMAMA realiza uma série de outras ações em parceria com empresas e instituições que desejam incentivar o Outubro Rosa no país. Se você quer ser um parceiro, entre em contato pelo e-mail   institucional@femama.org.br e nos conte sua ideia.

Logo Femama

A Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama trabalha para reduzir os índices de mortalidade por câncer de mama em todo o Brasil, influenciando políticas públicas para defender direitos de pacientes, ao lado de cerca de 70 ONGs associadas em todo o país.

Conheça nosso trabalho:
www.femama.org.br

Investidores Sociais da Campanha:

  • Condor
  • Merck
  • Novartis
  • Roche